Skip to content

Categoria: DIETA

Creatina – o que é, e pra que serve?

Já é do conhecimento das leitoras mais antigas que eu me submeti a cirurgia bariátrica ha 6 anos atrás, e eu dividi tudo com vocês aqui no blog. Acontece que, eu emagreci tanto com a cirurgia, que eu fiquei só o couro e o osso. Vocês me entendem né? Fiquei muito magra, pouca, sem bunda, sem perna, sem sal, sem vida. Pra quem achava lindo pernona, bundona, foi uma deprê perder tudo junto com a gordura do corpo. Ficou tudo molenga!

Depois de anos seguindo a dieta da nutricionista da equipe da redução de estômago, resolvi que era uma boa hora para dar um passo maior, pois meu peso não mudava, e eu só emagrecia. Então resolvi ir a um nutricionista esportivo. Como já estava na academia com um personal ( Alô Dieguete!) bem exigente, ele identificou que o meu problema era a alimentação, e me mandou procurar um nutri.

Depois de um tempo seguindo a dieta do nutri, identifiquei alguns probleminhas que deveriam ser resolvidos. Um deles era “quero hipertrofiar, mas não consigo fazer a série toda com peso tal, o que eu faço?“. Foi ai que eu tive meu primeiro contato com a Creatina. A que eu estou tomando atualmente é a Creatina MAXX da Maxinutri.

Como não sou expert, nem habilitada para falar sobre isso, vou falar da forma que eu sei, e que conversei com meu nutricionista. A creatina serve para aumentar a disponibilidade de energia para nossos treinos, principalmente aqueles que envolvem força e contrações intensas, como a musculação. Ou seja, a creatina permite que você tenha um treino mais intenso e com maior volume, ao mesmo tempo em que encurta a recuperação entre as séries e entre os treinos. Viu que delicia? Esmaga que cresce!

Pra finalizar o post mais concreto, podemos dizer que a creatina promove o aumento da massa muscular, melhora a força máxima, melhora o desempenho durante o exercício de alta intensidade, acelera a recuperação e aumenta o pump muscular.
NÃO TOME O SUPLEMENTO SEM ANTES CONSULTAR UM NUTRICIONISTA. 
Leave a Comment

Paixão por treinamento funcional

Olá meninas, sempre demoro para postar algo, sim, me xinguem, mas a vida está louca e corrida. Ja já estou de férias! o/

Hoje eu vim falar sobre treinamento funcional. Quem acompanha meu blog desde o início, sabe que eu cheguei a pesar lindos 130 KG, até encontrar algumas doenças referentes à obesidade. Me submeti a cirurgia de redução estômago, a famosa bariátrica. Infelizmente não consegui emagrecer com reeducação alimentar e academia. Até porque, as nutricionistas eram bem rigorosas nas dietas, e eu ODIAVA ir para a academia correr sem chegar a lugar nenhum, e puxar ferro. E é sobre isso que vamos falar hoje!

O treinamento funcional são séries de exercícios feitos com os movimentos naturais do  nosso corpo. Tipo pular, correr, agachar, empurrar, e girar. Você ganha força, equilíbrio, condicionamento, resistência, flexibilidade e agilidade. Não tem nada mecânico como na musculação, trabalha-se com coisas isoladas e definidas. A parte que é trabalhada mais profundamente se utilizam alguns acessórios como, cordas, bola, elástico, discos, cones e hastes. Ajuda a prevenir problemas do coração, emagrece, defini os músculos, e claro, reduz a gordura. E tem inúmeras coisas que podem ser feitas, como misturar o aeróbico com equilíbrio, todo dia o treino muda. Por isso, não existe cansaço, nem monotonia. Pelo menos eu, não consigo mais faltar por curiosidade.

Eu simplesmente me apaixonei pelo treinamento funcional, meu corpo me surpreende todos os dias. Fico curiosa para saber até onde ele pode ir. Eu nunca tive equilíbrio, nem coordenação motora, e já melhorei muito.  Não consegui emagrecer, mas isso é porque venho quebrando a dieta constantemente. Como pouco, mas como tudo que quero, e sim, todo dia no funcional. Claro, por mim, eu nunca iria pra academia, odeio puxar ferro, e conheci o funcional pelo meu irmão. Ele foi pro Haiti, missão de paz, e lá ele usou e abusou do método, que era o mais simples e eficiente pra ele. Como ele diz “é uma brincadeira de criança”, e realmente é. Não dá pra cansar gente, a música anima, e você mesmo quer testar teus limites.

“Haa Karllinha, mas eu ainda não entendi o porquê você gosta tanto disso, e nem porque fazer isso vai me fazer emagrecer e talz”! Então serei mais direta. Primeiro, estabeleça metas! Eu já emagreci, não tudo, mas quero emagrecer com saúde. Então, paciência. Estou fazendo meu corre. Mas estabeleça metas, e ao lado de cada meta, coloque o porque que você quer aquilo, o que aquilo vai te trazer de benefícios etc. Cole na sua parede, uma que você sempre veja. Eu coloquei no espelho do banheiro, junto com a foto de uma modelo que tem o corpo que eu quero. Tudo serve de incentivo! Música também ajuda muito, eu sempre escuto umas marombas para me incentivar. Tipo, chego cantando “Os ogros tão na academia, os ogros tão na academia”, ou então “Não importa a previsão do tempo como tempo tá, esse é meu ideal e nada vai me atrapalhar”. E vale também levar alguém junto, ou a amiga, ou o namorado, ou a mãe. Nem que seja só pra ficar gritando e dizendo: Vai vai, você consegue.

Se você nunca viu como é o treinamento funcional, vou deixar um vídeo abaixo para as gostosas se animarem! Qual a meta de vocês? Primeiro a saúde, e o amor próprio gente. Vamos nos amar!!

Leave a Comment

Essa comida não é para você – Um papo sobre dieta e emagrecimento

Que magreza é preferência mundial, todos sabem. E que eu emagreci da noite pro dia, não é tão novidade assim né? Mas hoje eu vim bater um papo super xuxu beleza com vocês, minhas amadas, e queridas leitoras.

Desde que a moda existe, foi penetrado, e implantado na sociedade, novos conceitos sobre “padrão estético”. Onde se diz que a magreza antes de tudo, é o sinônimo de perfeito, e belo. Já falei aqui no blog com vocês sobre a minha escolha em “emagrecer”, clica aqui, e leia tudinho.

Mas hoje o papo é sobre querer emagrecer a qualquer custo, que é uma coisa que venho notando faz algum tempo no perfil de vocês leitoras, essa vontade maluca de querer ficar magra do dia pra noite. Óbvio, que a moda é mais amiga de corpos menos esculturais, mas não é por isso que precisamos nos mutilar.

Diariamente recebo emails, inbox, whatsapp, comentários no instagram, com mensagens de força, elogios, e as perguntas: o que você fez pra emagrecer tanto? O que você toma? Qual a sua dieta? Isso me dá uma agonia que não tem tamanho, e fico a me questionar: o que ta acontecendo com as meninas hoje?

Devagarinho vou descobrindo o que se passa na cabeça “ôca” de vocês. Com tanta procura, e essa loucura desenfreada em busca do corpo perfeito, várias pessoas tem se aproveitado disso. Mas como tia Karlla? É simples! Com shakes, pílulas, farinhas, rações humanas, sucos e chás milagrosos. Esse é o grande comércio por trás de tudo, no qual você ajuda a alimentar!

Estava navegando na blogosfera quando me deparei com um post/denuncia no qual me impressionou muito. Uma leitora, de uma blogueira fitness tomou um produto que viu no blog, e teve taquicardia. Ligou pra empresa, e nada. Nem a própria blogueira soube responder o porque, nem ela sabia. Apenas divulgou porque foi paga pra isso. É aí que entra o grave problema. Virou moda seguir meninas populares, ou blogueiras no instagram. E passamos a engolir qualquer coisa que nos é imposta, e se a menina tiver barriga de tanquinho…. Êta lêlê, tomamos até detergente ypê, para remover as gorduras mais difíceis. Cuidado! Pesquisem antes de comprar ou ingerir qualquer desses produtos.

Um publieditorial é diferente da opinião sincera de uma blogueira, que usa o produto realmente para falar dele. Geralmente o publieditorial contém somente informações do produto, dizendo que é very good, quando está longe de ser bom, e nem a blogueira responsável pelo conteúdo testou. No mundo da blogosfera vivemos de anúncios, mas precisamos sempre, SEMPRE, sinalizar o que foi pago para ser postado, e o que não. Desconfie de muitas postagens de produtos atrás do outro, e comentários positivos sempre. E se a propaganda não for sinalizada, denuncie ao CONAR. Propaganda disfarçada é crime.

Emagrecimento é algo sério, e tem que ser feito com acompanhamento de um especialista. Nós temos metabolismos diferentes. Cada corpo responde de uma forma, fora o lance de ter mais ou menos vitaminas, doenças que nem sabemos etc. Por esse motivo, antes de começar uma dieta, é necessário uma vistoria no seu sangue, pra saber nos mínimos detalhes se está tudo ok para prosseguir. Vocês entendem o porque não respondo qual a minha dieta né?

É importante também que você saiba que dietas raramente funcionam, mas reeducação alimentar, aliada a exercícios físicos, vão te dá sim um resultado, a curto, ou a longo prazo, dependendo do seu empenho. E se não funcionar como aconteceu comigo gata, entra na faca. Sempre lembrando também que o emagrecimento rápido um dia acaba, como eu. E passamos nós mesmos a correr atrás de emagrecer sem muita ajuda da cirurgia.

Vamos por os dois pézinhos no chão e entender que com saúde não se brinca. Procurem ajuda de um profissional antes de saírem misturando “farinha seca barriga” e algum suco, ou tomando esses legumes batidos no liquidificador que vocês chamam de suco detox! =)

Leave a Comment

Receita: Doce de coco fake na dieta

Quem nunca sentiu aquela vontade maluca de comer doce uma hora pra outra? Por estresse, preocupação, tpm, ou seja lá qual for o seu motivo, o ruim é quebrar a dieta não é? Então, hoje eu trouxe para vocês uma opção de comer doce sem quebrar nossa amiga dieta. Isso mesmo, sem quebrar a dieta.

O sabor não é lá essas coisas tá amigas? Assim como todo e qualquer procuto diet/light, mas ajuda bastante a controlar essa vontade maluca de se entupir de chocolates. Assim minha nutricionista ensinou.

Ingredientes

  • 4 Colher (es) de sopa de Leite em pó desnatado
  • 2 Colher (es) de sopa de Leite desnatado líquido
  • 1 Colher (es) de chá de Adoçante em pó
  • 2 Gota (s) de Essência de coco

Instruções

  1. Misturar todo o leite em pó com o adoçante em pó.
  2. Acrescentar as colheres de leite e as gotas de essência.
  3. Misturar tudo com uma colher, depois fazer bolinhas como brigadeiro

Dicas

Se ficar muito mole, colocar mais leite em pó, mas se ficar muito duro sem ter como fazer as bolinhas, coloque mais leite líquido.

E aí, curtiram a dica? Façam e me digam, ficou bom? 🙂

Leave a Comment

Dia do lixo, saiba o que complica o dia especial da dieta

Quando se fala em “fazer uma dieta”, ou “ir à nutricionista”, a primeira coisa que pensamos em geral é “Meu Deus, vou morrer de fome“. E provavelmente já desiste antes de ir à consulta, o que aconteceu comigo inúmeras vezes. Fiz todo tipo de dieta que vocês poderiam imaginar, da lua, da proteína, e a minha última foi a dieta da sopa. Deu sopa, eu comia hehe. Eu estava com depressão por conta de não conseguir emagrecer, e por consequência melhorar dos problemas de saúde, até que me desliguei, e meu peso máximo foi 120 KG.

Meu limite veio, e eu optei pela famosa redução de estômago, que é uma dieta meio que forçada, pois você é obrigado a mudar seus hábitos alimentares, as porções, e se continuar na vidinha antiga, engorda. E muito, até mais do que era antes. Pode acontecer ok? Então é importante que exista esse controle alimentar, direto. Mas eu não vim falar de redução de estômago, isso é um outro post.

Hoje eu vim falar do famoso dia da dieta, o dia do lixo. Deixando claro, que isso é uma opinião da blogueira. Com minha cirurgia, e minhas idas constantes à nutricionista, aprendi coisas preciosíssimas, que antes, eram só balela. Mudei da água pro vinho,  meu cardápio ficou mais vasto, pois antes eu odiava verduras, frutas, cereais. Eu sempre pensei que na dieta eu fosse morrer de fome, por experiências anteriores, mas o problema mesmo, era em mim, eu fazia errado.

No dia do lixo as meninas se permitem tudo, rodízios, fast food, doces em geral. Incrível como o prazer de comer, elimina todo o sofrimento né? Cada um encontra a forma fácil de se conscientizar, e eu sempre peso na balança da consciência, tudo o que eu faço, e como. Vamos supor que 1 horinha na esteira você perca 300 calorias, ok? Ai você sai no final de semana, no dias mais especiais da semana, sabadão, festinhas, saidinhas, aniversários, ou  simplesmente uma ida ao shopping e janta um fast food. Você ingeriu em média, 600 calorias, mas toda janta precisa de uma sobremesa né? Ai você compra uma casquinha de sorvete com 200 calorias, no fim das contas você ingeriu só em um dia 800 calorias. O que você pensa? “Segunda vou me matar na academia”.

Perai, para tudo. Você vai na segunda para a academia para gastar o que você ganhou no final de semana? E eu nem cheguei a comentar a alimentação de domingo né? Pra mim, você nunca vai perder peso, só manter, vira um ciclo vicioso. Você passa a semana todinha em uma dieta balanceada, toda restrita, e no final de semana se esbalda. Lembre-se que muitas vezes, uma alimentação mal feita na rua, pode te repor todas as calorias que você perdeu em um dia fazendo a dieta direitinha. Vale mesmo à pena?

Não estou falando de você viver como um e.t, porque na verdade nosso corpo necessita de tudo. E o que pregamos aqui, é uma alimentação balanceada. É proibido tomar um sorvete de casquinha? Não. Óbvio que não, mas desde que seja feito com moderação. E claro, não corra por outros pastos se é que me entendem. Quando falam em dia do lixo, logo se jogam em tudo, mais frituras, mais doces, mais tudo. Não pode comer salada, e depois comer um docinho?

Quando vou comer na rua, procuro não sair da dieta, sendo final de semana ou não, pois sempre terá aquele chocolatinho, aquele sovertinho que queremos comer. Com questão à fast food e frituras, fica à critério de cada um. No começo eu comia tranquilamente, mas depois parei pra pensar, isso está me alimentando mesmo? Isso vai me dar algum tipo de proteína, vitamina? Ou somente gordura e carboidrato?

Ai fica a critério de vocês. Eu prefiro manter minha alimentação regrada, para perder peso sempre, embora coma algumas coisas por fora, em poucas quantidades. E você, quer o quê? Perder peso, ou viver em um ciclo vicioso?

Leave a Comment